BLOG METAMORFOSE desenvolvimento pessoal

O poder da gratidão

O sentimento de gratidão é de uma vibração altíssima, elevando nossa frequência e vibração energética. A gratidão é uma das Leis Espirituais do Universo.

Há alguns dias atrás eu me conscientizei de que eu estava reclamando muito sem perceber. Sim, coisas que andam me incomodando bastante ultimamente, como o barulho em torno de onde moro, por exemplo, estavam me fazendo permanecer nesse vício.

SIM! Reclamar é um vício, um hábito que vamos adquirindo na maioria das vezes sem percebermos. E como todo hábito, quanto mais tempo com ele, mais difícil liquidá-lo.  Consequentemente não nos lembramos de nos sentirmos gratos pelo que temos e somos, pois quando estamos reclamando, estamos no polo aposto da gratidão.

Quem reclama, não agradece. Ficamos gastando nossa energia e colocando nosso foco naquilo que nos desagrada. Em vez de focarmos no que temos de bom e em nossas conquistas, nós baixamos nossa vibração nos concentrando na reclamação.

Pela Lei da Atração*, em tudo que focamos, seja para o bem ou para o mal, atraímos. Então, ora, se estamos reclamando e, consequentemente, focando no que não queremos, iremos atrair mais daquilo. A nossa frequência energética também cai porque começamos a nos irritar e a nos sentirmos insatisfeitos.

Com uma frequência energética mais baixa, isto é, nossa vibração energética decaída, sintonizamo-nos com situações na mesma frequência – não esqueçamos: semelhante atrai semelhante –, atraindo assim, coisas não muito boas, muitas vezes, mais daquilo que reclamamos.

Aquilo em que escolhemos focar é tão importante para o nosso bem-estar! A escolha é nossa. Como vamos reagir a algo só depende de nós. O sentimento de gratidão é de uma vibração altíssima, elevando nossa frequência e vibração energética. A gratidão é uma das Leis Espirituais do Universo.

Quando nos sentimos gratos, em vez de irritados e pesados, como quando estamos reclamando, nos sentimos invadidos por uma sensação de leveza, felicidade e amor indescritíveis. Quando paramos para valorizarmos o que temos de bom – e, muitas vezes, é bem mais do que o que temos de ruim ou nos incomoda –, nos sentimos plenos. Esta é a palavra: plenitude.

Tudo é um exercício. Quanto mais nos exercitarmos no hábito da gratidão, em vez da reclamação, mais fácil será, e mais plenos nos sentiremos. Nossa vida pode mudar, significativamente, para melhor, pois iremos estar, cada vez mais, atraindo coisas boas.

Mas claro que não devemos nos sentir gratos apenas por estratégia. A gratidão deve ser sincera, percebida e sentida.  E você logo perceberá a diferença, pois seu coração se expandirá. Você vai se sentir amado pela vida. Com isso, sua capacidade de amar, assim como a de apreciar as coisas simples, porém belas da vida, se ampliará e o transformará para melhor.

Foi muito bom poder perceber o que estava acontecendo comigo. E aqui fica o alerta de que muitas vezes não adianta a teoria, se não a colocamos em prática. Eu tenho o conhecimento, mas não estava pondo-o em prática. Por isso, mais uma vez digo aqui, o quanto é importante o autoconhecimento.

O tempo todo nós precisamos estar meditando acerca de nós mesmos. Colocando à prova nossas atitudes, sentimentos e pensamentos. O crescimento pessoal é algo que não finda. É necessário que estejamos o tempo todo atentos a nós mesmos, verificando se estamos agindo de acordo com o que aprendemos e sabemos.

Anna Leão (Favor mencionar autoria e fonte ao reproduzir este artigo.)

*Na próxima semana estarei trazendo um artigo explicando os fundamentos da Lei da Atração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »