Poesia

Tempo

Eu tenho o meu próprio tempo de criar
Tempo de viver a vida e contemplar
Tempo de fazer e de deixar de fazer
Tempo de ser e de não ser
Tempo de me inquietar e de aquietar…
A mente, o corpo, as emoções.

Tempo,tempo,tempo…
Ele é meu amigo, pois não corro atrás dele
E talvez por isso mesmo, ele não corra atrás de mim.
Ele me proporciona liberdade, assim como eu o deixo livre.
Somos amantes leves e companheiros de muitas estradas
Na verdade,cada um na sua, aparentemente sem nos darmos muita importância.
Mas, no fundo, cuidamos um do outro, muitas vezes à distância, com respeito, amor e liberdade.

Anna Leão. Todos os direitos reservados (favor mencionar autoria e fonte ao reproduzir)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »