poema. poesia

DESCOBERTA

Olho a fumaça que sobe aos Céus
Penso em meus desejos e anseios
Rodopiando incessantemente pelos meus sentidos

Mas percebo de repente que a realização do que mais quero
Não será sentida num mundo mortal,
Num mundo de sentidos e sensações.

Meu fogo interior me leva a ver mundos de seres imortais
Percebo que há mais que nós!
Percebo a imensidão e a variedade de um Universo
Cheio de mundos paralelos,
Cheio de dimensões que se sobrepõem…

Nas águas de meu útero sinto uma criança crescer
Ela vem de reinos mágicos
Ela vem do Reino do Amor
Fincar os pés na terra
Para me fazer crescer
Para me fazer cumprir meu destino
Para me ajudar a não desviar nos trilhos da minha existência!

Anna Leão. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »