Brighid Festivais celtas festivais pagãos Imbolc

Imbolc – O festival da Deusa Brighid

No mês de agosto, aqui no Hemisfério Sul, dentro da Roda do Ano Celta, realizamos o festival Imbolc, também conhecido como Candlemas. Este festejo homenageia a Deusa tríplice do fogo, Brighid, e pode ser celebrado nos dias primeiro ou dois de agosto, ou na lua nova mais próxima destas datas.
Brighid, também conhecida como Brigith ou Brígida, anuncia a chegada da Primavera em breve. Ela é a Deusa do Fogo Sagrado, aquele fogo que inspira e que também aquece os lares, tão bem representado pelas lareiras e pelo fogo que prepara nossos alimentos. É o fogo que nutre, que acolhe, que protege, que inspira.
Além de Deusa dos poetas, músicos e artistas, pois ela é aquela que inspira e dá o dom da criatividade, Brighid também é uma Deusa de cura, das ervas sagradas e das fontes milagrosas – ou mágicas, como queiram.
Brighid é também a padroeira dos noivos e das mulheres grávidas. É a protetora dos ferreiros e artesãos, Deusa da divinação e das profecias.
O festival de  Imbolc marca o meio entre o solstício de inverno e o equinócio da primavera. O calor da terra aumenta, assim como aumenta o nosso fogo criador.
É um período para se purificar e se renovar. Época de assumir novos projetos, novas posturas. Percebendo o que não serve mais para a nossa vida, dando espaço para o novo chegar.
Não esquecendo que o nosso exterior é reflexo de nosso interior, precisamos efetuar a purificação e a renovação em nossos sentimentos, pensamentos e comportamento.
A criatividade desperta e a inspiração floresce. Energia, paixão, entusiasmo em tudo que se faz deve ser buscado neste momento.
Uma dica: varra a sua casa mentalizando purificar a sua vida e o seu lar. Depois acenda uma vela vermelha, laranja ou branca e peça a Deusa Brighid – que foi transformada em Santa Brigith pela Igreja – para despertar o seu fogo criativo, o seu entusiasmo pela vida, trazer luz para o seu caminho e proteção para a sua casa e família.
É uma tradição na Irlanda plantar um árvore frutífera em Imbolc!
No hemisfério norte celebra-se em agosto Lughnasadh, o festival de Lugh e a primeira colheita.

Anna Leão (Favor mencionar autoria e fonte ao reproduzir este texto)

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »