Livro 1 de As Quatro Estações de Friúza

Nas asas da bela e sagaz fada Friúza você irá se deixar encantar por esta vilã instigante, numa fantasia épica de muito romance, trama, magia e sensualidade.

Friúza já fez muita maldade no passado. Ela escolhe o Outono para se dar a oportunidade de viver a verdadeira felicidade e, quem sabe, ter a sua redenção através do amor. Mas será que o príncipe Victor escolherá ficar com ela depois que conhecer sua verdadeira identidade, desvendando todo o seu mistério?

Nota: O Outono de Friúza é o primeiro livro da série de fantasia épica As Quatro Estações de Friúza. Estamos iniciando esta saga que é um spin-off de A Rainha da Floresta.

Venda Online  – O Outono de Friúza:

O Outono de Friúza
Gênero: Fantasia Épica
ASIN ‏ : ‎ B09B5LC9FR
1ª Edição – 2021
Número de páginas: 304
Comprar a versão digital:

 

O que falam por aí…

Essa fada! Só fiz pausa para surtar!

Ambientação – 4 estrelas

Temos um ambiente de alta fantasia, um mundo a parte, no outono, os lugares em que a história se passa são poucos e as descrições econômicas, mas facilmente imagináveis, cada lugar mencionado possui suas características e questões políticas particulares o que traz riqueza.

Escrita – 5 estrelas

O ponto alto de tudo. Sensacional, a escrita consegue manter um nível bem elevado no limite em que é possível mantendo a linguagem simples e gostoso de ser lido, o vocabulário extenso e as palavras bem escolhidas conseguem traduzir sensações e sentimentos de forma particularmente fantástica, as cenas quentes são bem econômicas, mas muito boas. Quem tem facilidade para mergulhar e viver a história prepare para fortes emoções.

Protagonista – 5 estrelas

Eu nem consigo acreditar, a nossa protagonista tem inúmeros elementos que me desagradam, mas ela conseguiu muito me cativar, algumas coisas não parecem nada naturais no começo, quase tudo meio robótico e juvenil para uma protagonista tão antiga e vivida, porém isso vai ficando de lado, seu carisma é imenso e posicionar ela como a vilã da história muitas vezes acaba sendo difícil, dado o nível de empatia que ela consegue e me lembrou muito malévola. (inspiração? Não sei, mas imaginei a Angelina jolie) outro fator digno de nota, é uma mulher bem forte, apaixonada no sentido mais completo do termo, mesmo amando não vive a sombra, mesmo sofrendo a vida não acaba!

Coadjuvante – 3 estrelas

São ok, mas falham em ter vida própria, orbitam a protagonista geralmente, um background fez falta demais uma razão de ser que não envolvesse a trama também. O carisma tirando um ou outro que se salva acabou ficando comprometido, mas podem ser desenvolvidos nos próximos volumes.

História – 5 estrelas

Nas primeiras páginas um instalove e uma cena com abuso velado me fez pegar tochas e querer iniciar a próxima cruzada, porém a nossa protagonista não é boazinha, nada do que ela faz me parece romantizado, tudo que poderia ser questionado é logo evidenciado como de fato a coisa é, veremos um mundo com maldade, machismo, abuso, mas nada disso sendo defendido ou justificado a meu ver. Dito isso nosso conto de fadas vai ganhando contornos de um clichê, mas segue de forma muito bem escrita muito original pelos novos questionamentos que traz, apesar de ser um conto de fadas que remete muito aos antigos esse traz questões bem atuais em muitos momentos. Temos aqui uma história de busca de redenção de verdade sem passada de pano (se parece que eu estou alfinetando algum outro hot de fadas é porque devo estar). Parte ruim, a história está incompleta, mas se mergulhar nisso junto com a escrita incrível, o surto vem, as emoções vem, a pena da vilã vem, o “achei foi pouco” vem também. A receita de bolo da vovó, mas a cobertura e o recheio dão o que falar! A história tem problemas? Tem, mas seu papel de entreter foi muito bem executado, aguardo o próximo volume.

Nota – 5 estrelas

Myzlen (Felipe Guimarães – resenha no Skoob)

Translate »