Artigos BLOG METAMORFOSE

O poder de superação dos desafios

Não estamos nem na metade do ano e vejo quantos desafios batendo à minha porta. Ou melhor, quantas portas se abrindo por mais um desafio encarado. Desafios escolhidos por mim, porque percebo cada vez mais que para concretizarmos nossos sonhos e alcançarmos nossos objetivos precisamos encarar e vencer desafios.

Os desafios nos levam à superação e só isto já nos mostra o quanto eles são positivos. Muitas vezes eles são internos, mesmo que nossos objetivos sejam externos. O que quero dizer com isto é que para tudo de novo que quisermos fazer, para mais um passo que quisermos dar, para mais uma conquista, enfim, para qualquer coisa que quisermos realizar, nosso interior é acessado.

É por isso que muitas vezes nos contentamos com pouco, ou com uma vida mais parada e corriqueira, deixando nossos sonhos adormecidos para um futuro. Um futuro que talvez nunca se torne presente, pois cada vez mais estaremos acomodados ou conformados com a mesmice de nossa vida.

Para conquistarmos qualquer coisa precisamos arregaçar as mangas e encarar em primeiro lugar o desafio de assumirmos nossos desejos. A partir daí passemos a encarar cada desafio que se apresente.

Tem gente que gosta, tem gente que os adora, tem gente que não pode ouvir falar, tem outros que saem correndo deles, e outros ainda que saem correndo atrás deles. Mas com certeza os desafios são a mola para grandes mudanças.

Devo confessar que quando mais nova eu não era muito amiga deles. Talvez eu fosse daquelas pessoas que mudasse de calçada quando ele aparecia na mesma em que eu estava. Mas houve épocas em minha vida que um desafio me dava corda e eu comprava a briga, vamos dizer assim. Estas ocasiões foram exatamente aquelas em que eu estava mais forte, com a minha guerreira interior desperta.

Veio o sucesso de vencer cada desafio, de me superar, de me surpreender comigo mesma, de despertar novos ou adormecidos potenciais. Foram desafios de todas as formas, em várias áreas – foram não, estão sendo, pois eles não param de surgir. E percebo que a cada momento que me supero numa área, que venço o desafio, já aparece outro, isto, quando não aparecem vários ao mesmo tempo.

E já me sinto familiarizada com eles, precisando deles para crescer, evoluir, mudar, simplesmente mudar, porque às vezes a gente pensa que muda, mas não mudou nada. As mudanças são nas ações, elas começam no interior, mas precisam ser expressas, se não, é porque não houve a verdadeira mudança.

E os desafios servem para isto, para fazer a gente mudar, mudar para melhor, se fortalecer, se descobrir mais e mais. É difícil? É! Quando ele se anuncia, dependendo do tamanho dele, dá vontade de sair correndo, de desviar dele, de não encará-lo!

Mas quando invocamos nosso guerreiro interior e o aceitamos com entusiasmo, tudo se transfora, a coisa muda de figura. A cada batalha vencida saímos mais fortes, prontos para outra. Nossa coragem aumenta, assim como nossa força emocional, nosso poder interior, nossa autoconfiança e nosso brilho. E nos sentimos vitoriosos!

Uma vitória muitas vezes interna, no sentido de superar medos e fraquezas, mas que com certeza se revela no exterior, num tom de voz mais forte, num olhar com mais brilho e vivacidade, numa passada mais firme, num sorriso mais radiante.

Portanto, quando um desafio bater à sua porta, abra-a para ele, mas não sem antes vestir a sua roupa de guerreiro e pegar as suas armas. Mesmo que elas sejam carinho, paciência, amor e dedicação, pois há desafios que requerem exatamente armas como estas.

Anna de Leão (Favor mencionar fonte e autoria ao reproduzir este artigo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »