A Roda do Ano poema. poesia

Roda da Vida

Gira, gira e a Roda gira
Num tempo inverno
No outro verão
Primavera das flores
Folhas secas de outono.
Que cores trazes para mim
Nesta nova estação, grandiosa Roda?
A Natureza se recicla esbanjando sabedoria
E eu novamente inicio mais uma jornada
Numa espiral ascendente
Numa oitava maior
Trilhando meus caminhos
Com a força da Roda
Ouvindo dentro a Natureza que também está  fora
Onde o fim e o começo são uma coisa só
E eu me ponho no meio  a ver a Roda girar!
Anna Leão. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »