BLOG METAMORFOSE Poesia

Transparência

Pequenas nuvens turvam o meu pensamento

Procurando esquecer o pesar do meu sofrimento

Vivenciando o passado arrependido de um breve momento

Para poder dissecar ainda com angústia o torpor de um  sentimento

 

Faz-me descer desse céu cinzento para eu enxergar a luz

Faz-me revirar minhas certezas e incertezas para eu encontrar a luz

Faz-me desistir do que não tem mais jeito para, finalmente, eu comungar com a luz

 

Quero ser transparente de novo

Quero ser reluzente com os fogos do Ano Novo

Quero ser novamente a mulher de um homem novo

 

Procura a transparência dos teus sinais

Procura a transparência dos teus acordes

Procura a transparência dos velhos amantes

 

Procura a tua, a minha, a nossas transparência

Revelando a nossa essência

Revelando, de um amor ainda sentido, toda a sua inocência

 

Anna de Leão (Favor mencionar fonte e autoria ao reproduzir este poema)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »