Artigos

A magia das cores

 As cores são de grande importância em nossa vida por mais que não demos conta disso. Assim como temos a vibração do som, dos óleos aromáticos, dos florais, temos também a vibração das cores. Elas atuam em nosso psiquismo. E chegamos à cromoterapia. Mas vou mais além. Pretendo correlacionar, aqui, as cores com seus atributos dentro da magia. Não será muito diferente da cromoterapia, nem poderia ser, pois todas as terapias, que usam o poder sutil altamente potente dos recursos divinos, são na verdade uma parte da magia. Mas alguns atributos não são tão importantes para a cromoterapia como são dentro da magia. Acender uma vela da cor correspondente ao que necessitamos é um ato mágico de grande poder.

Vou descrever todos os atributos da cor em si, de uma forma bem ampla, e dentro do que acredito e vivencio em minha vida. Como iremos usar o poder dessas cores vai de acordo com a necessidade e a afinidade de cada um. Volto a falar da vela, que, com a finalidade de fazer as coisas acontecerem rapidamente, é o melhor recurso no uso das cores. Mas também fica a sugestão magico-cromoterápica de utilizar as cores no ambiente, no vestuário, nos alimentos e nas lâmpadas coloridas. Volto a repetir que tudo vai depender da intenção e do objetivo de cada um. 

Não me aterei somente às sete cores do arco-íris e dos chacras. Falarei de um espectro maior, mas também não abrangerei todas as cores existentes, simplesmente por falta de conhecimento sobre elas. E para encerrar todo este preâmbulo subjetivo, mas importante, não podemos esquecer que o poder das cores é imenso. Tanto é que muito temos de informação da existência de cores desconhecidas para nós, existentes em outros planos e dimensões. Cor é energia! 


Preto – Proteção, aterramento, banimento de energias negativas. Esta cor é como um manto isolante, a energia não passa e não sai, por isso é desaconselhável  estarmos vestindo-a numa sessão de acupuntura, por exemplo, pois a energia não circula. Em contrapartida, é excelente para usarmos quando precisamos de proteção. Dentro da Tradição da Deusa é a cor da sua face Anciã. 


Vermelho
 – Vitalidade, coragem, força, sexualidade, paixão, energia, proteção, removedora de obstáculos. É a face Mãe da Deusa. Uma cor muito positiva dentro da espiritualidade feminina, a cor do nosso sangue menstrual, de nossa força e poder. 

Branco 
– Purificação, saúde, paz, sinceridade, verdade. Cor da face Donzela da Deusa. Considero o branco uma cor também de proteção, pois ela é a reunião de todas as cores,  aqui estamos  na luz. 

Prata– Energia lunar. Magia, proteção da Deusa, dissolve negatividade. 


Dourado
– Energia solar. Sorte, proteção, brilho, sucesso, remove obstáculos. Podemos também associar a cor dourada com uma Deusa Solar, assim como a prata a um Deus Lunar e vice-versa, dependendo da divindade em questão. 

Roxo
– Sorte, sabedoria, austeridade, transformação. 

Lilás
violeta– Transmutação, meditação, espiritualidade, proteção, cura de doenças graves. 

Laranja – Vitalidade, saúde física, força de vontade, estimulação, adaptabilidade, amizade, autoconfiança. Usa-se também esta cor para a energia solar. 


Amarelo – Criatividade, poderes mentais, comunicação, intelecto, persuasão, confiança, mudança. 


Verde – Prosperidade, fertilidade, crescimento, dinheiro, sorte, saúde, emprego. 


Azul claro– Cura, tranquilidade, felicidade, paz, equilíbrio emocional, serenidade, paciência. 


Azul escuro – Mente subconsciente, psiquismo, cura. 


Rosa – Amor, autoestima, verdade, alegria, amor universal e incondicional. 


Marrom
 – Cura de animais, trabalho mágico com animais, o lar. 

Cinza – Neutralidade. 


Por Anna Leão (Favor mencionar fonte e autoria ao reproduzir este texto).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »